Aspas lamenta morte do procurador e ex-presidente da Anape, Diogo de Figueiredo Moreira Neto

02/07/2017 às 06:20

Aspas lamenta morte do procurador e ex-presidente da Anape, Diogo de Figueiredo Moreira Neto

A Associação dos Procuradores do Estado da Paraíba (Aspas) comunica com pesar o falecimento do advogado Diogo de Figueiredo Moreira Neto, procurador aposentado pelo Estado do Rio de Janeiro e ex-presidente da Associação Nacional dos Procuradores dos Estados e do Distrito Federal (Anape). Ele morreu na manhã deste sábado (1º), aos 84 anos.

“O professor Diogo de Figueiredo é uma referência na área do Direito Administrativo, considerado por muitos o ‘Mestre da Advocacia Pública’. Ele participava ativamente das atividades da carreira, inclusive, esteve aqui em João Pessoa durante o XLI Congresso Nacional dos Procuradores dos Estados e do Distrito Federal, que realizamos junto com a Anape, em outubro de 2015. Uma perda lastimável para a área jurídica”, comentou Sanny Japiassú, presidente da Aspas. 

A importância de Diogo de Figueiredo Moreira Neto no meio acadêmico e perante a Advocacia Pública era tamanha, que fez a Anape instituir há três anos o Prêmio Diogo de Figueiredo Moreira Neto, honraria concedida à melhor tese apresentada durante os congresso anuais dos Procuradores de Estado.

O professor Diogo de Figueiredo Moreira Neto foi também ex-procurador-geral do Estado do Rio de Janeiro, professor emérito da Escola de Comando e Estado-maior do Exército e autor de mais 20 obras, além de ter teses vastamente citadas em petições e artigos.

O corpo será velado neste domingo (2) no cemitério Memorial do Carmo, no Rio de Janeiro, a partir das 15h, e cremado às 17h30.

 

--
Assessoria de Imprensa da Aspas